sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Anexo Econômico

Aqui será nosso dicionário de Economês. Ao longo do tempo estaremos adicionando termos utilizados no jornalismo econômico.  Abaixo seguem alguns utilizados em Economia:


Ação - documento que representa uma parte do capital de uma empresa negociada em Bolsa de Valores. Podem ser ordinárias ou preferenciais, nominativas ou não. Nominativas trazem o nome do proprietário. Ordinárias possuem direito a voto na empresa, mas as preferenciais tem prioridade no pagamento de dividendos (lucros) mesmo não tendo direito a voto. 

Ágio - valor pago acima do preço real de um produto ou serviço. 

Ataque especulativo - Ocorre quando investidores externos acreditam que a moeda de um país vai se desvalorizar e buscam se desfazer dos investimentos com rapidez. Como nem sempre os investimentos possuem disponibilidade imediata os governos acabam cedendo a desvalorização da moeda local ou elevam os juros básicos do país para manter o interesse dos investidores no país. 

Balança comercial - Registro das negociações de compra e venda de um país junto aos demais países através de importação e exportação. Quando o saldo é positivo chama-se superávit. Quando o saldo é negativo chama-se déficit. 

Banco Central - órgão que fixa as normas de funcionamento do sistema financeiro e fiscaliza as instituições financeiras que operam em um país. 

Bolsa de Valores - instituição que organiza a negociação pública de títulos e valores mobiliários incluindo ações.

Câmbio - compra e venda de moeda estrangeira.

CDB - Certificado de Depósito Bancário. Tipo de investimento oferecido por bancos que pode ser pós-fixada ou prefixada.

CDI - Certificado de Depósito Interbancário. Representa os empréstimos entre bancos. 

Cesta básica - Conjunto de bens que fazem parte do consumo básico de uma família. 

Commodities - Produtos em estado bruto ou primários como metais e produtos agrícolas com importância comercial. Petróleo, soja, café e ouro por exemplo possuem cotação internacional no mercado.

Cotação - Preço registrado sobre a negociação de uma ação, câmbio ou commodities nos dias de funcionamento dos mercados. 

Crescimento econômico - Aumento da produção de bens e serviços de um país. É medido pelo crescimento do PIB. 

CVM - Comissão de Valores Mobiliários, órgão federal que regula e fiscaliza o mercado de ações. 

Déficit público - ocorre quando o governo gasta mais do que arrecada em impostos. 

Dívida pública - Somatório das dívidas interna e externa da União, Estados, municípios e estatais. 

Dividendo - parcela do lucro de uma empresa, distribuída em dinheiro por uma empresa aos seus acionistas. Detentores de ações da empresa.

Ibovespa - índice que expressa em pontos a média dos preços das ações mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. 

Inadimplência - Incapacidade de honrar compromissos por descumprimento de uma obrigação, como pagamento de contas por exemplo. 

Inflação - Alta contínua dos preços em geral. 

Macroeconomia - área que trata de conceitos medidas e políticas relativas a economia em geral. 

Recessão - queda da atividade econômica por um período de dois ou mais trimestres seguidos. 

Selic - Sistema Especial de Liquidação e Custódia. É uma taxa referencial de juro, definida pelo Banco Central para os títulos emitidos por ele e pelo Tesouro Nacional. 

TJLP - taxa de juros de longo prazo, utilizada em financiamentos pelo  BNDES. 

TR - taxa referencial. É calculada com base nos juros médios dos CDBs. Atualiza contas de poupança e dívidas habitacionais. 



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pelo seu comentário. Abraço, Mauricio Coutinho